10 de setembro de 2008

"Tia Margarida da escola"...

Sou médica e trabalho no SUS (Sistema Único de Saúde) - Graças à Deus.
Trabalho em uma maternidade administrada pelo Estado de Santa Catarina.
Eu ADORO trabalhar lá, adoro trabalhar no SUS, mas isso é outro assunto para outra hora...

Há cerca de uma semana acorreu algo inusitado:

Durante dois períodos na semana eu trabalho em um setor de emergência ginecológica e obstétrica. Naquele dia estava tudo muito calmo, quando uma colega minha telefonou e disse que estava encaminhando uma paciente para ser internada e fazer uma curetagem.
"O nome dela é 'Margarida'... (troquei o nome pq hoje em dia todo mundo é processado por qualquer coisa...)"

Aguardei a chegada da Dona Margarida, que chegou após uns 10 minutinhos.

Meu consultório na emergência fica bem no final de um longo corredor, e quando a avistei ao longe, logo a reconheci...

Ela chegou na minha sala e eu já disse:
- Bom dia, Dona Margarida... A senhora foi minha professora no pré-escolar!

Ela ficou me olhando séria e perguntou:
-No colégio 'tal' (então, não sei se posso escrever o nome do colégio aqui...)?

- Sim! Exatamente!

Ela ficou me olhando, como que se buscasse alguma lembrança de meu rosto...

- Dona Margarida, a senhora tinha cerca de 25 alunos por ano, eu tinha uma professora só! E só passei pelo pré uma vez! Eu não tenho como esquecer! Mesmo que a senhora não se lembre, aposto que ficou marcada na memória e na vida de muuuitos dos seus alunos!

- Quanto tempo faz isso?

- Uns... 22 anos...

Os olhos dela ficaram cheios de lágrima, mas não derramou nenhuma.
Me contou que há muito tempo parou de lecionar e abriu uma empresa de organização de eventos...
Me agradeçeu pelo atendimento e disse estar feliz e lisonjeada de eu ter me lembrado dela...

E aí fiquei pensando - que presente esse de Deus, né? De dar a oportunidade da gente fazer diferença e ser lembrado pelas outras pessoas, mesmo não sendo famosos, mesmo não tendo muito dinheiro, mesmo não fazendo nada gigantesco ou espetacular...

Acho que isso é que é fazer história! Deixar uma marquinha (positiva, de preferência) na vida das pessoas!

Fiquei lembrando das vezes que ando na rua e sou abordada por alguém que diz - "Dra Andréa!! A sra é que fez o parto quando nasceu meu filho!!!" Ou então - "A dra é quem fez todo meu pré-natal!"
Certa vez uma paciente chegou no meu consultório, em um Posto de Saúde da Prefeitura daqui, com uma fotografia nas mãos. Eu não me lembrava dela, mas na foto em questão estava EU, segurando uma criança que tinha acabado de nascer - o filho dela. Naquele dia eu fiquei emocionada também. Olhei para baixo e vi que, entre as pernas dessa mulher havia uma criança com cerca de 2 anos, me olhando curiosa. Ela então falou: "Dra, olhe como ele cresceu!"

Que Deus continue oportunizando que todos possamos fazer diferença, não é?

Um abração!

3 comentários:

Entrelinhas disse...

Andrea, fui professora e ainda sou reconhecida por ex-alunos! É tão bom saber que a lembrança é boa, que há carinho, gratidão... Abraços, Angela

Andrea disse...

Legal né, Angela?
A gente se sente "alguem"... Não é sempre que isso acontece... hehehehe

Cesar Oliveira disse...

pena que a colega parou o blog