6 de julho de 2010

Gravidez e Atividade Física

Hoje fui surpreendida no consultório e gostaria de compartilhar.
Atendi uma paciente que rescém descobriu estar grávida (ai, como eu ADORO! mas outra hora falo disso...)

Então, ela veio para uma primeira consulta de pré-natal e, apesar de ser uma profissional de saúde, tinha inúmeras dúvidas.
Percebi alguns rodeios para fazer perguntas, como se estivesse escondendo ou desconfortável com alguma coisa.
De repente ela falou: "Ai, doutora... É que eu adoro me exercitar! Preciso de exercícios quase que diários, para manter pelo menos a minha sanidade mental... Tenho mesmo que parar???"

Como assim? Ela já veio com esse "tenho mesmo" como se fosse algo indispensável - parar de se exercitar...

Não pude conter meu sorriso e uma rizadinha... De felicidade mesmo! Logo eu, que fico penando e implorando para as minha pacientes darem uma caminhadinha 3 vezes por semana...

O fato é que, logo de cara, a família da cidadã queria colocá-la de repouso e entupi-la de batata, para que o nenê cresça seguro e saudável! Logo ela que tem uma alimentação tão saudável que parece comidinha de coelhinho...

Então eu resolvi aproveitar o espaço aqui para dar algumas informações para quem quiser... E me corrijam se eu escrever alguma besteira, por favor!

Além de manter a boa forma e preparar a gestante para o parto, a atividade física na gestação também diminui desconfortos físicos (como as varizes, dores nas costas, intestino preguiçoso, fadiga e inchaço), regula o sono, melhora a resistência cardiovascular e muscular e deixa mamãe e bebê mais felizes!

Sério, gente... É GRITANTE a diferença entre a gestante que faz alguma atividade física daquela que não faz nada... Nas dores, no peso, na pressão, na respiração, na pele e até no humor!

De acordo com o Colégio Americano de Obstetrícia e Ginecologia, mulheres habituadas a atividade física podem continuar sua rotina de exercício normalmente durante a gestação, com poucas ressalvas, dependendo da atividade, diminuindo o rítmo aos poucos, quando sentir necessidade e de acordo com o crescimento do barrigão (que, por si só, limita alguns movimentos).

Hidroginástica, caminhada e corridas leves, natação e bike são exercícios muito procurados e seguros na gravidez. Yoga e Pilates idem, porém devemos eliminar alguns movimentos e, logicamente, nos certificar que o instrutor está habilitado a orientar gestantes.

Para quem não tem o costume de se exercitar, atividades em grupos específicos para gestantes são ideais! Além de ser um momento social muito gostoso para troca de informações ou simples "tricotagem"...

Com o avançar da gravidez e o aumento do útero e do débito cardíaco a tendência da atividade é diminuir de intensidade. Algumas posições (como deitada de costas, por exemplo) podem ficar limitadas por dificultar o retorno de sangue para o coração.

Outro ponto importante é que as grávidas devem evitar chegar ao limite da exaustão, respeitando os limites do próprio corpo. A atividade deve ser antecedida por um aquecimento e deve ser interrompida caso houver tontura, cansaço, falta de ar, contrações, náusea, sangramento...

Atividades que potencialmente podem causar trombadas, esbarrões ou quedas (esportes como futebol, basquete, etc) devem ser evitados, sobretudo quando o barrigão for evidente...

Quem não está acostumada também não é recomendado andar a cavalo, saltar de bungee jump, snow board, etc...

PORÉM, existem sim contraindicações para atividade física na gestação:

• sangramento
• trabalho de parto prematuro
• placenta prévia
• doenças específicas da gravidez em que a gestante precisa de repouso absoluto
• algumas limitações que não são específicas da gravidez

Da mesma forma que fez minha queridíssima paciente, o certo mesmo é cada mulher que se ache grávida, iniciar o pré-natal e perguntar para o obstetra qual o exercício ideal para o seu caso!

O recado aqui é - quando vocês se encontrarem nessa situação, não deixem suas tias-avós as enclausurarem e entupirem de guloseimas deliciosas e quitutes cheios de carboidratos, gorduras e sódio - saibam que hoje em dia o papo e outro... Procurem seus médicos.

Um comentário:

Tai disse...

Como bem sabes eu não pretendo ficar neste estado interessante tão cedo, mas as dicas estão ótimas pra eu passar as minhas amigas gestantes e me preparar para o futuro .
Bjsss !!