16 de setembro de 2010

Ser Mãe, um SONHO POSSÍVEL

O sonho de ter um bebê, de ser mãe, etc, povoa as mentes da maioria das mulheres, no Brasil e no mundo.
Os bebês têm o poder de encantar e apaixonar quem se aproxima. Suas rizadas são contagiantes e cada nova conquista é emocionante.

Como médica ginecologista, tenho conversado com muitas mulheres e, mesmo sem dados numérios posso concluir algumas coisas:

- Por mais que as mulheres tenham conquistado cada vez mais espaço no mercado de trabalho, conversando-se com elas podemos perceber que até mesmo a vida profissional e o sucesso financeiro costumam estar ligado a um fator maior - preparar o terreno para um futuro e sonhado bebê! Quer seja para daqui 1 ou 10 anos!

- A gravidez inesperada é, de certa forma, mais comum que a gravidez planejada. Na maior parte das vezes, mesmo inesperada, a expectativa da chegada de um novo bebê é muito festejada.

- Esse fato de "deixar para mais tarde", e também muuuitos outros fatores criaram uma população de mulheres que levantam a bandeira - "Quero meu bebê AGORA!"

- As mulheres que planejam engravidar querem engravidar "ontem", e "paciência" não faz parte do vocabulário...

Se formos analisar beeem de perto, a Gravidez, uma é uma díficil obra do "acaso":
Resumindo (até porque a minha intensão nesse blog não é ensinar fisiologia):

As mulheres têm óvarios, que "fabricam" óvulos - via de regra 1 por mês. UM SÓ! Salvo alguns casos, onde a mulher ovula mais de uma vez, o que origina gestações multiplas (gemelares) quando existe a fecundação. Fora isso, é UM ÓVULO SÓ e deu!

Esse óvulo, olhem que sacanagem, sobrevive e pode ser fecundado durante um período de 24 horas!

UM ÓVULO e UM DIA por mês!

Isso significa que as mulheres têm mesmo UM DIA fértil a cada mês!

Os homens, todos os dias, produzem milhõÕões de espermatozóides. Esses, quando são liberados na vagina da mulher (no seu dia fértil), precisam penetrar no colo do útero, nadar através de toooodo o útero e entrar em uma das trompas, e ir nadando até encontrar o dito ÚNICO ÓVULO (naquele dia fatídico) e ainda assim ter energia para romper uma membrana que o envolve para fecundá-lo.

*** Vantagem - - Os espermatozóides podem durar no sistema reprodutor feminino até 72 horas!! ***

Via de regra, apenas UM ESPERMATOZÓIDE consegue essa proeza.


Oras, se exite apenas UM ÓVULO, que vive só UM DIA, e são precisos MILHÕES de espermatozóides para tentar buscá-lo e apenas UM consegue, isso é sinal que a gravidez realmente é uma graça complicada de ser buscada.

Mesmo assim, milhões de pessoas engravidam todos os dias, SEM QUERER!
SEM QUERER!!! Como é que pode? (POIS É, não sei...)

O acaso fez duas pessoas estarem no lugar certo, na hora certa, terem a relação (desprotegida OU NÃO!) e de repente um dos espermatozóides encontrou o tal do óvulo!

Obra do acaso. Acaso este que é o fator "pai" de grande parte das gravidezes do mundo.

Já imaginaram se as mulheres produzissem UM ÓVULO por DIA, e se eles vivessem quase o mês todo... E se o caminho que os espermatozóides fosse curto e fácil... COMO NÃO SERIA???

O fato é que, o acaso acaba funcionando tão bem ou até melhor do que a programação...

"EU QUERO ENGRAVIDAR AGORA!"

Nossa, como eu escuto isso... (E como eu disse isso tb...)

Quando eu queria engravidar eu fechava meus olhos e todo mecanismo da ovulação e fecundação passavam na minha cabeça.
Sabia os fatores que ajudavam, os fatores que atrapalhavam, o que devia e o que não devia fazer...

Passei meses observando meu ciclo menstrual, fazendo cálculos dos dias férteis, sem usar métodos contraceptivos. E toooodo mês esperava a menstruação NÃO VIR.

E ainda assim ela vinha!
Sempre vinha. Não importava quantas relações sexuais programadas eu tinha, não importava se foram nos dias férteis ou não, a menstruação vinha!!!

Por quê?
Porque eu QUERIA engravidar, oras...

Aí todo mundo dizia: é o "psicológico" que não te deixa engravidar... "Tira isso da cabeça!" e "deixa rolar!".
Quem que deseja engravidar que nunca ouviu isso?

O pior é que é verdade - quando a pessoa desliga ou desiste, PUF, tá lá o filho!

Mas o fato é que não é fácil desligar.

Quando a pessoa desliga, é porque desliga, não quer mais, e nem pensa nisso.
Quando desiste, é porque arrumou um outro objetivo ou simplesmente cansou desse.
Ninguém desliga "pra engravidar mais facilmente". É paradoxal! A pessoa não tem como desligar assim, porque fica pensando - "será que agora que eu desliguei eu engravido mais fácil?"

Todo santo mês, quem quer engravidar vai ficar esperando o "não vir" da menstruação. E isso é fato! Fazer com que isso não influencie no dia-a-dia é uma arte! Isso porque cada menstruação é sentida como uma facada no meio do peito, acompanhada de lágrimas e desesperança...

Mesmo depois de ter tido dois filhos (e, logicamente passado por esse drama duas vezes, claro que em proporções diferentes) eu escrevi esse post pq vivo isso todos os dias com as minhas pacientes.

Pra quem tá nessa, digo duas coisas - primeiro: é preciso investigar se existe algum fator limitante de fertilidade (e tratar se tiver, lógico).
E depois... Seguindo as orientações e truques de período fértil, ph, posições, alimentação, hábitos e atividade física... -- Tentar, tentar, tentar...

2 comentários:

Elisa disse...

Um milagre lindo de vida! Que benção é engravidar, gerar, ficar nesta doce espera por alguém que já é amado mesmo antes de existir! :) Amei o post! Eu e o Lucas mandamos beijos :)

Anônimo disse...

Oiiii! Adiciona um link pra gente poder te seguir!!! :)
Bjos